Para além dos cuidados acrescidos que temos conosco, esta é uma época em que deve ter cuidado também com o seu animal de estimação. Maior parte dos animais não têm muitos problemas com o frio, a sua maior preocupação deve ser com os filhotes e com os mais idosos, que sentem mais frio e têm maior probabilidade de contraírem doenças típicas da época. As patas, os narizes e as orelhas precisam de atenção redobrada durante os meses frios.

Mas afinal quais os cuidados que deve ter com o seu animal de estimação quando as temperaturas descem?

Aqui ficam 9 dicas de cuidados a ter com os animais de estimação no Inverno.


Tosquia

O pelo é uma proteção natural do animal. Nestas alturas evite cortes muito curtos, sobretudo em cães idosos e que ficam ao relento.

Roupa

As mudanças drásticas de temperatura são o pior inimigo do seu animal de estimação. Na hora de ir à rua, opte por uma capinha de chuva.

Local de dormir

Se o seu animal de estimação fica cá fora garanta que a casota não recebe rajadas de vento e tem uma boa orientação solar e nunca deixe cobertores ou mantas molhadas.

Banho

Diminua a frequência de banhos no inverno e nunca o deixe secar sozinho. Não convém ir à rua, no mínimo, nos primeiros 30 minutos. O recomendado é levar o seu animal de estimação a uma Pet Shop, onde a secagem é feita de forma adequada.

Alimentação

É aconselhado aumentar o aporte energético para animais de estimação que dormem no exterior, cerca 15% é a dose recomendada que favorece a produção de uma camada de gordura, o seu animal ganha assim um aliado à manutenção do calor do corpo. Para os que ficam dentro de casa, deve manter na quantidade recomendada uma vez que o mau tempo reduz a atividade física e os animais de estimação tendem a engordar nesta altura.

Vacinas

As gripes e pneumonias são comuns tanto nos gatos como nos cães no Inverno. Certifique-se que tem as vacinas em dia e evite concentrações com grande quantidade de animais.

Exercícios

Brinque com o seu cão nos períodos mais frios, isso vai mantê-lo ativo e a com a temperatura corporal elevada.

Escovagem

Para além da tendência a lamberem-se mais no Inverno e o pelo estar mais comprido que o habitual eles acabam engolindo mais pelos, que formam bolas no estômago. Escove-o bem, pelo menos 3 vezes por semana, para evitar problemas.

Temperaturas baixas

Evite que o animal passe muito tempo na rua. A neve e o gelo também podem provocar queimaduras no seu animal de estimação, principalmente nas patas, orelhas e nariz.

Estas são dicas fundamentais para evitar um aumento de visitas ao veterinário. Para além disso, convém estar atento aos sinais do seu animal de estimação e às mudanças de comportamento.

Na dúvida entre em contato com o seu médico veterinário ou um profissional.




Gostaria de compreender melhor as necessidades nutricionais do seu animal de estimação? O Curso de Auxiliar de Veterinária tem como objetivo preparar profissionais qualificados capazes de prestar assistência a médicos veterinários, ao nível da prestação dos cuidados de saúde e higiene a animais de estimação como cães e gatos.
Para mais informações sobre o Curso de Auxiliar de Veterinária clique aqui.

Animais de estimação e o frio